outubro 25, 2011

Romeu e Julieta

"Mas qual luz abre a sombra deste balcao? Eis o oriente é Julieta, e o sol!... Oh, e a minha mulher e o meu amor!"
(Shakespeare, Romeu e Julieta, atto II, scenaII)

A clássica história de amor é baseada em um conto da Itália, traduzido em versos como A Trágica História de Romeu e Julieta por Arthur Brooke em 1562, e retomado em prosa como Palácio do Prazer por William Painter em 1582. William Shakespeare baseou-se em ambos os textos, para criar a sua peça, a versão para a história que é hoje a mais conhecida. Shakespeare deu uma estrutura dramática, reforçou a ação de personagens secundários e criou sub-enredos para embelezar a história.


Em 1968, Franco Zeffirelli, dirigiu o filme italo-britânico Romeo and Juliet (Romeu e Julieta) com roteiro baseado na obra-prima teatral Romeu e Julieta, de William Shakespeare. Leonard Whiting interpetrou Romeu Montecchio e Olivia Hussey interpetrou Julieta Capuleto.


O filme, que levou o Oscar de melhor fotografia e figurino. Além de cenas românticas, o filme tem ainda imagens do jovem casal nu. Zeffirelli precisou de autorização para fazer a cena, já que Olivia era menor de idade na época.E 2009, o site EGO fez uma reportagem com  o casal de protagonistas. Além do ego, alguns sites opinaram sobre atores "sósias" do casal de protagonistas, que poderiam fazer uma nova versão:

Zac Efron seria o Romeu

Kristin Kreuk seria a Julieta

Uma das coisas mais marcantes no filme de Franco Zeffirelli é a trilha sonora. A música tema do casal Love Theme From "Romeo And Juliet" Composta por Nino Rota, é uma das mais belas canções que já escutei.






Em 1996, foi lançado o filme norte-americano Romeo + Juliet, Com Leonardo DiCaprio e Claire Danes, um drama dirigido por Baz Luhrmann. O roteiro, do próprio diretor e de Craig Pearce, baseia-se na obra de Shakespeare, porém ambientada numa cidade moderna (a fictícia Verona Beach), com basicamente os mesmos diálogos e versos da peça original.


Não desgosto desse filme, mas, tenho que confessar que prefiro a versão antiga. Independente disso, Romeu e Julieta serão pra sempre a mais trágica e a mais conhecida história de amor de todo o mundo!

"Nunca houve uma história de mais aflição, que esta de Julieta e seu Romeu"
(Romeu e Julieta, V,iii,p.138,II.309-310)

3 comentários:

  1. Ah, lindo post.
    Admito que eu curto mto a historia, mas o filme de 68 me fez dormir... achei o do dicaprio mais veloz, mais intenso.

    Enfim, shakespeare é perfeito d qualquer forma.

    ResponderExcluir
  2. Só passei a apreciar um pouco Romeu e Julieta depois da saga crepusculo kkkk
    Beijos
    Não deixe de visitar o Blog Apaixonada por Romances ou Appromances

    ResponderExcluir
  3. Oi, Flavinha! Vi o filme do Zefirelli inúmeras vezes e por muito tempo ele foi um dos meus preferidos no início de minha adolescência. Talvez hoje ele não agrade muito, mas na época (acho que o vi no início dos anos 70, pois os filmes demoravam para passar aqui antigamente)foi uma loucura. A tal cena na cama entre os dois passou a fazer parte das fantasias de muita gente. E olha que não mostrava quase nada, como hoje em dia. Além disso, o Leonard Whiting era um pitelzinho...rsrsrs. Levei um susto vendo ele mais velho naquela foto. Quanto a música, realmente a trilha sonora era linda.
    Obrigada, Flavinha por lembrar desse épico!
    Beijos!

    ResponderExcluir